Postar X Criar uma comunidade no LinkedIn

Você está em dúvida se é melhor apenas postar no LinkedIn ou criar uma comunidade que realmente esteja engajada com seu conteúdo? De fato, é uma situação muito comum para a maioria dos usuários que desejam se tornar Top Voice. Mas com algumas dicas, é possível solucionar essa indecisão.

Por isso, neste artigo, Dostal também dá as principais incriáveis para você ter uma rede social onde as pessoas se interessem pelo seu conteúdo e gerem autoridade ao seu perfil. Fique sempre  ligado às novidades do portal e tenha uma boa leitura! 

Caso também queira ter acesso a todo o conteúdo sobre o tema e outros conteúdos, assista também ao vídeo abaixo, e não se esqueça de se inscrever no meu canal, Carolina Dostal, para ficar sempre atualizado.

A verdade é que o usuário não basta apenas postar um conteúdo no LinkedIn achando que é detentor de todo o conhecimento e desprezar a participação de outras pessoas na discussão sobre determinado assunto. O que temos visto ultimamente é que o Linkedin tem se tornado uma rede de trocas, onde cada usuário comenta e adiciona informações ao que é postado na rede.

Por isso, é importante entender que as pessoas vão querer saber mais do que você está tratando na rede social e, para isso, é importante dar espaço na sua publicação para que os demais usuários participem da conversa.

Estamos na “Era do diálogo”

Não é só o LinkedIn que tem possibilitado o diálogo entre os seus usuários. Outras redes também têm buscado intensificar essa troca. Porém, o LinkedIn é um lugar onde sua marca pessoal ou empresarial ganha destaque e, consequentemente, deve facilitar a troca de informações, conhecimento e pontos de vista sobre um assunto.

Por isso, o que costumamos dizer é que saímos de uma era onde o discurso direto era a intenção principal de uma postagem. Ou seja, quem postava não recebia uma réplica sobre o que foi divulgado. A audiência recebia passivamente as informações.

Ao contrário disso, o que vemos hoje é que as pessoas frequentemente desejam comentar sobre o que você postou na rede social, ainda mais se fizer parte de sua área profissional. Se for de interesse delas, com certeza vão repostar adicionando alguma perspetiva positiva ou até mesmo alguma crítica mais contrária ao que você disse, a depender da interpretação de cada usuário. 

Prepare-se para gerar debate  

A Era do Diálogo, como acabamos de mencionar, exige que haja debate de ideias. Precisamos entender isso como uma forma de crescimento profissional e pessoal, também. Cada pessoa tem sua visão de mundo e vai entender sobre determinado assunto a partir de um ponto de vista propósito ou muito longe do seu. Mas o que importa, de fato, é possibilitar o debate, fazer com que haja troca de informações e que cada pessoa adicione o que for interessante à sua publicação. 

Desse modo, outras pessoas passarão a te conhecer, o que gera engajamento, interesse e fidelidade ao público que vai consumir seu conteúdo. Esse é um dos segredos para conseguir se tornar uma autoridade no LinkedIn.

Comece a fazer posts e artigos dando dicas para a sua comunidade 

Como já mencionamos em outro artigo deste portal, uma das formas mais viáveis de se tornar referência em uma determinada área ou assunto é contribuindo para a sua área de atuação.

Logo, ao criar comunidades no LinkedIn, ou seja, direcionar seus posts a pessoas que valorizem e prezem pelo seu trabalho, você acaba se tornando uma referência para elas, alguém que realmente entende sobre o tema e que abre espaço para incrementos e outras perspectivas sobre o mesmo assunto.

Caso ainda tenha mais dúvidas sobre como deixar o seu LinkedIn mais atrativo, confira o meu curso que se chama Destrave seu LinkedIn. Ele está disponível no Hotmart. O curso te ajuda a encontrar o emprego ideal ou aumentar o número de vendas e serviços ofertados pelo seu negócio.

Quer tirar o máximo de proveito do LinkedIn? Conheça meu curso online DESTRAVE SEU LINKEDIN.

Caso tenha alguma necessidade específica, entre em contato e agende uma consultoria.

Curtiu o assunto de hoje? Por isso, esperamos que você tenha gostado do conteúdo e não se esqueça: continue acessando frequentemente o site para que você possa ter acesso a todos os conteúdos disponibilizados na plataforma. Até mais! 

Conteúdo e revisão por Carolina Dostal      

Matéria escrita: Carlos Augusto Júnior