Como ser notado por recrutadores no LinkedIn?

Você quer ser notado pelos recrutadores do Linkedin, mas não sabe como fazer isso? Ou quer ser encontrado por uma empresa que está contratando, em vez de procurar pela vaga em aberto? Muitas pessoas ainda não sabem, mas o LinkedIn permite que os próprios anunciantes das vagas de emprego encontrem no aplicativo os profissionais certos para a sua empresa. 

Por isso, neste artigo, vou te dar as principais dicas para ter uma rede social ativa e que te traga grandes oportunidades. Fique sempre ligado às novidades do portal e tenha uma boa leitura! 

Caso também queira ter acesso a todo o conteúdo sobre o tema e outros conteúdos, assista também ao vídeo abaixo, e não se esqueça de se inscrever no meu canal, Carolina Dostal, para ficar sempre atualizado.

Ser encontrado por recrutadores no LinkedIn é uma tarefa que exige bastante empenho por parte dos profissionais. Para te ajudar nisso, trazemos quatro dicas relevantes de como vocês vão ser notados por recrutadores no LinkedIn. Veja só! 

1) Deixe o seu perfil completo 

Deixar o perfil 100% completo é o primeiro passo para ser realmente encontrado no LinkedIn, não somente pelos recrutadores das vagas de emprego, mas também por outros usuários da rede que possam ter interesse em te conhecer. 

Com todas as informações preenchidas, facilitamos o trabalho dos algoritmos em cruzar informações, nos indicar para outras pessoas e, de certo modo, nos sugerir as melhores oportunidades que estão sendo divulgadas na nossa área. 

Por isso, indicamos que você tire um pouco do seu tempo e complete as informações que faltam no seu perfil. Quanto mais souberem sobre você, melhor será para que as pessoas te encontrem nas redes sociais.

2) Produza um cover story

Também é importante que você produza um cover story, que é um vídeo curtinho. Em resumo, o cover story nada mais é do que um pitch, algo que você vai falar sobre você de uma maneira bem humanizada e vai contar um pouquinho da sua história profissional se apresentando para os recrutadores.

O vídeo não deve ser longo, nem ser monótono. Você pode variar na fala, falando da sua formação, da sua experiência, das suas expectativas em relação à empresa, dentre outras informações que forem igualmente relevantes para que as outras pessoas te conheçam. 

3) Produza e publique conteúdos da sua área de atuação 

Já pensou em utilizar o seu LinkedIn como uma biblioteca de conteúdo? Escrever, por exemplo, sobre o conteúdo que faz sentido para a sua área profissional? Para o seu setor de atuação?

Vamos lá. Imagina que você é um advogado. Quando o recrutador vai fazer uma busca no LinkedIn, além das palavras chaves e da busca pelos  melhores profissionais, ele vai buscar pessoas que estão falando sobre temas específicos. 

Neste caso, se ele está buscando por um profissional de Direito, o profissional que entenda de regulatory and compliance, ele vai buscar profissionais que estejam falando sobre esse assunto. Se você publicar sobre compliance e regulatório, com certeza, você vai cair nessas buscas.

Então, utilize hashtags inteligentes e faça esses temas aparecerem toda a vez que o recrutador procura por pessoas como você.

4) Deixe o seu perfil aberto para os recrutadores. 

Existe um campo dentro do LinkedIn que se chama “buscando por emprego”. Você tem 2 opções: ou deixar o seu perfil como ABERTO, OPEN TO WORK, ou, FECHADO. 

Isso não significa que os recrutadores não possam ver o seu perfil. A grande diferença é que quando você deixa o seu perfil no modo OPEN TO WORK, todas as pessoas no LinkedIn vão conseguir ver que você está aberto a novas oportunidades.

Quando você apenas deixa isso aberto para recrutadores, apenas os recrutadores vão saber que você está aberto a oportunidades de emprego e isso não inclui os recrutadores da sua própria empresa. O LinkedIn tem um mecanismo que protege você dos recrutadores da sua própria empresa, ou seja, pra não ficar chato e não criar um ambiente desagradável para você.

Quer tirar o máximo de proveito do LinkedIn? Conheça meu curso online DESTRAVE SEU LINKEDIN.

Caso tenha alguma necessidade específica, entre em contato e agende uma consultoria.

Curtiu o assunto de hoje? Por isso, esperamos que você tenha gostado do conteúdo e não se esqueça: continue acessando frequentemente o site para que você possa ter acesso a todos os conteúdos disponibilizados na plataforma. Até mais! 

Conteúdo e revisão por Carolina Dostal      

Matéria escrita: Carlos Augusto Júnior